Lama de limpeza? Cuidado Diário de Dupla Limpeza Powercleanseâ„¢ da Glamglow

Nunca viu nada assim! Lama de limpeza facial. Uma boa maneira de cuidar do nosso rosto ou apenas outra ideia dos produtores para nos fazer gastar dinheiro? A marca Glamglow responde na forma de Powercleanse™ Espuma de Limpeza Diáriaglamglow.jpg

Parece que a lama tem algumas propriedades valiosas. Contém muitos minerais, microelementos e substâncias de limpeza responsáveis pela nutrição e efeito anti-idade. Retira todas as toxinas e células mortas da pele e limpa os poros. Além disso, a lama acalma as irritações e inflamações da pele, enquanto tonifica e suaviza ao mesmo tempo. Pode ser muito útil em caso de psoríase, acne, excreção de sebo intensa ou dermatite atópica. O mais interessante de tudo é que a lama é excelente para compressas utilizadas no tratamento de reumatismo. São esses os efeitos que a Glamglow apresenta no lançamento da espuma de limpeza com conteúdo de lama. O produto foi enriquecido com óleos, mas não se preocupe, não altera a sua consistência ou durabilidade.

Como é que é possível?

A lama e o óleo encontram-se separados no frasco do Produto de Dupla Limpeza Diário Powercleanse™ para um poder máximo de armazenamento. O frasco é constituído por dois compartimentos separados, pelo que o óleo e a lama têm diferentes aplicadores. Ao pressionar o botão obtemos uma dose do produto (lama e óleo), que é suficiente para a limpeza do rosto. Acrescente um pouco de água, misture e aplique sobre a pele. Massaje o rosto em movimentos circulares e lave.

O que tem a espuma de Dupla Limpeza Diária Powercleanse™ da Glamglow de tão especial?

A combinação de lama e óleo apresenta propriedades notáveis. Em primeiro lugar, remove todas as toxinas, sebo e maquilhagem, até cosméticos à prova de água. Em segundo lugar, a pele fique fresca, suave e bem nutrida. Em terceiro lugar, cria uma camada lipídica que protege a nossa pele da radiação solar e da poluição. Em quarto lugar, o nosso rosto fica protegido por lama e por óleo de tangerina e pera e extratos de caulim, arroz, soja e aveia. Afinal, chafurdar na lama não é uma ideia assim tão má.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *