Como cuidar do cabelo quando sofremos de insuficiência tiroideia?

Ambas as condições, quer seja quando a glândula tiróide produz demasiadas hormonas (hipertiroidismo) ou quando são secretadas em pouca quantidade (hipotiroidismo), apresentam consequências negativas para o nosso corpo. Antes de debater a influência das hormonas da tiróide na condição do cabelo, vamos explicar o que é a insuficiência tiroideia e apresentar as suas causas e sintomas. Além disso, vamos ajudá-la a escolher as escovas, acessórios de cabelo e cosméticos que vale a pena utilizar quando sofremos de hipotiroidismo. Que tratamentos capilares são recomendados quando a glândula tiróide deixa de funcionar normalmente? Como encontrar um cabeleireiro que irá satisfazer as nossas necessidade neste nosso estado?

O que é a insuficiência tiroideia?

A insuficiência tiroideia, também chamada de hipotiroidismo, é uma disfunção da glândula tiróide que produz uma quantidade de hormonas insuficiente em comparação com as necessidades do organismo. A glândula tiróide é um órgão relativamente pequeno localizado na base do pescoço. É responsável pela secreção e libertação de duas hormonas: a tri-iodotironina (T3) e a tiroxina (T4), ambas responsáveis pela regulação do funcionamento adequado da maioria dos tecidos do organismo, assim como pela influência da taxa metabólica e produção de calor (termogénese). A atividade da glândula tiróide é controlada pela glândula pituitária. Esta glândula produz uma hormona que estimula a atividade da toróide (TSH), que estimula a glândula tiróide a produzir T3 e T4. O funcionamento adequado da glândula tiróide e da glândula pituitária permanece em estreita relação: o excesso de hormonas da glândula tireóide faz com que a glândula pituitária segregue menos TSH, enquanto a falta das hormonas estimula a produção de TSH.

Insuficiência tiroideia – Causas

As causas do hipotiroidismo são:

  • Doença de Hashimoto, que é o nome dado à tireoidite crónica autoimunológica. Este distúrbio é indolor, mas destrói lentamente a glândula tireóide e restringe a produção das hormonas por ela secretadas.
  • Tireoidectomia total (remoção cirúrgica da glândula tireóide) que é o resultado de doenças como cancro da glândula tireóide, doença de Graves (doença de Basedow) e glândula tireóide aumentada, entre outras. Como consequência, surge a insuficiência permanente da tiróide e a sua gravidade depende do facto de a tiróide ter sido removida completamente ou apenas parcialmente, p.ex.: um lóbulo.
  • Tratamento com iodo radioativo que é usado para curar o cancro da glândula tireóide, doença de Graves (doença de Basedow) e glândula tireóide aumentada, entre outros.
  • Tireoidite (neste caso, a insuficiência tiroideia pode acabar).
  • Insuficiência tiroideia induzida por medicamentos, que se desenvolve como resultado da toma de, por exemplo, uma medicação anti-arrítmica, antiviral ou anticancerígena.
  • Falta de iodo.
  • Irradiação da área do pescoço devido a cancro (neste caso, a insuficiência tiroideia pode desenvolver-se mesmo alguns anos após o procedimento).

Insuficiência tiroideia – Sintomas

Estes são alguns sintomas da doença:

  • fadiga rápida
  • sonolência excessiva
  • atraso das funções motoras
  • perda de humor e pensamentos negativos
  • sensação constante de frio (mesmo em dias quentes)
  • obstipação frequente
  • ganho de peso apesar da falta de apetite
  • voz rouca
  • distúrbios de concentração
  • cabelo frágil e queda excessiva de cabelo
  • sobrancelhas ralas
  • pele seca

Como é que as hormonas da tiróide afetam o estado do cabelo?

A hormona estimulante da tireóide (TSH) e a tiroxina (T4) são responsáveis pelo problema da queda de cabelo. Para esclarecer, a concentração de TSH aumenta quando a glândula pituitária induz a glândula tireóide a produzir as suas hormonas quando a mesma não é capaz de se adaptar a ela. Isso resulta em insuficiência tiroideia.

Além disso, o hipotireoidismo afeta o metabolismo. Mais precisamente, esse distúrbio retarda o metabolismo, que resulta na libertação prematura de bulbos capilares. Como consequência, cada puxão com um pente pode arrancar o cabelo sem querer. Além disso, a insuficiência tiroideia retarda o processo de produção de novos cabelos, tornando os cabelos mais finos. A falta de tiroxina, que está estritamente associada ao hipotireoidismo, torna o cabelo baço, quebradiço, áspero e seco.

No caso de insuficiência tiroideia, o tratamento farmacológico é reconhecido como crucial. Os efeitos adversos desse distúrbio podem ser menos severos com a aplicação de outros tratamentos, especialmente expondo os fios de cabelo aos procedimentos de cuidado capilar.

Insuficiência tiroideia – Escovas de cabelo

Uma boa solução para quem sofre de insuficiência tiroideia é a utilização de escovas delicadas criadas especialmente para cabelos finos. Este acessório ajuda a restaurar o brilho do cabelos e, ao mesmo tempo, não causa nenhum dano nas pontas de cabelo já fracas. Uma das escovas recomendadas é a Tangle Teezer. Quando o cabelo está molhado, é aconselhável optar pela TT Aqua Splash, enquanto o cabelo seco deve ser tratado com a TT Salon Elite. Devido à utilização regular da TT, o cabelo fica brilhante e resistente à eletricidade estática.

Insuficiência tiroideia – Acessórios de cabelo

No caso de insuficiência tiroideia, os modeladores de cabelo são os acessórios que não devem ser utilizados ​​com frequência. A solução perfeita seria também abster-se de usar o secador de cabelo, mas se não for possível, o melhor será optar por um dispositivo que possua função de iões e sistema de ajuste de temperatura da corrente de ar. Deve secar a zona da raiz com secador usando corrente de ar quente e o comprimento do cabelo com ar frio. Assim, os fios de cabelo não ficarão frisados ou danificados.

Insuficiência tiroideia – Produtos capilares

No caso de insuficiência tiroideia, o cuidado capilar deve basear-se em produtos para cabelos finos. Estes cosméticos costumam conter extrato de osmanto e óleo de gengibre, que são altamente úteis e benéficos. Além disso, misturar óleo de rícino com champô é outra opção recomendável. Basta adicionar uma colher de chá por 100 ml de um champô. Relativamente a máscaras capilares, sugere-se enriquecê-las com cacau e deixar a mistura no cabelo durante 30 minutos (uma vez por semana). Graças a esse tratamento, o cabelo fica com uma aparência realmente bonita.

Além disso, vale a pena mudar os produtos de cuidado capilar com frequência porque, quando os fios se acostumam com eles, os produtos podem parar de oferecer a ação desejada. Além disso, o melhor será escolher produtos sem SLS e sem parabenos.

Insuficiência tiroideia – Tratamentos de beleza capilar

As mulheres que sofrem de hipotireoidismo podem expor os seus cabelos a um grupo específico de tratamentos capilares. Os procedimentos mais recomendados para promover a saúde do cabelo são a utilização de ferro modelador ultrassónico de infravermelhos. Apesar de se assemelhar a um modelador comum, a ação desta ferramenta capilar é completamente diferente. Nomeadamente, devido aos ultrassons e à emissão de luz infravermelha, é capaz de regenerar as pontas do cabelo danificadas e estimular a ação dos bulbos capilares. Além disso, é aconselhável realizar uma sauna a vapor ou tratamento de reconstrução de cabelo. Uma única sessão melhora significativamente o estado do cabelo.

Insuficiência tiroideia – Cabeleireiro

A verdade é que, em geral, é difícil encontrar um bom cabeleireiro. Infelizmente, este problema torna-se ainda mais complicado quando se sofre de insuficiência tiroideia – o que torna este problema ainda mais complexo. Ainda assim, vale a pena tentar. Quais são as qualidades de um bom cabeleireiro? Em primeiro lugar, um bom cabeleireiro quer conhecer o seu cliente e o seu cabelo, e deve estar na posse de uma enorme base de cosméticos de cuidado capilar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *